Você está aqui: Página Inicial / Imprensa / Notícias / Inmeq e Ifal discutem parcerias para prestação de serviço à sociedade alagoana
Inmeq e Ifal discutem parcerias para prestação de serviço à sociedade alagoana

Reunião funcionou para a apresentação da cartilha de serviços do Inmeq (Foto: Antonio Barbosa)

Inmeq e Ifal discutem parcerias para prestação de serviço à sociedade alagoana

Representantes dos institutos se encontraram para debater propostas de fomento para cadeia produtiva de Alagoas

Antonio Barbosa

Para encontrar novas parceiras que dêem retorno efetivo à população de Alagoas, integrantes do Instituto de Metrologia e Qualidade de Alagoas (Inmeq-AL) e do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) se reuniram nessa quarta-feira (13), na sede da reitoria do Ifal para discutir propostas de capacitação dos agentes locais, além de sugerir um trabalho cooperado para o desenvolvimento de novos serviços no Estado.

Dentre os desafios colocados no encontro está a aproximação do universo acadêmico e das instituições públicas no cotidiano da população. “Desde o início dos nossos trabalhos no Ifal, temos como meta justamente a quebra desse paradigma, para abrir o Instituto à comunidade”, ressaltou o pró-reitor de inovação e pesquisa, Carlos Henrique.

A reunião funcionou para a apresentação da cartilha de serviços do Inmeq, pontuando as principais áreas de atuação e a estrutura de trabalho no Estado. Também foi oportuno discutir as ações que o instituto tem traçado como objetivo.

“Estamos em busca de construir uma rede de trabalho entre vários órgãos do Estado, com o objetivo de conscientizar a população do importante trabalho desenvolvido pelo Inmetro e trazer maior capacitação aos agentes locais”, salientou Phillipe Baracho, assessor de gestão e planejamento do Inmeq.

Foi cogitada durante encontro, a união dos dois institutos com cooperação técnica no uso de laboratórios para análises de produtos fiscalizados pelo Inmeq, bem como a criação de linhas de pesquisas que contribuam na inovação de análise em materiais.

“O momento econômico é bastante complicado nas instituições como um todo, mas há um interesse muito grande da gestão do Inmeq em renovar os serviços, e por esse motivo procuramos outras instituições que possuem capacidade técnica de contribuir nesse objetivo,” afirmou Baracho.

Como primeira ação foi definido que ambos os instituto irão estabelecer um calendário de reuniões onde será apresentado o levantamento dos laboratórios existentes, discutido a abordagem de trabalho, além de aspectos técnicos para implementação da gestão desses espaços.